Quando a dor nos transforma?

Quando passamos por alguma experiência dolorosa e sofremos com ela, existem duas formas de reagirmos, uma é revoltar-se e sofrer ainda mais e a outra é não gostar mas compreender o motivo pelo qual sofremos e como podemos nos curar…E assim adquirimos o aprendizado.

Vou comparar o processo da cura de um sofrimento da alma à um machucado feito na pele.  Para que a cura aconteça é preciso respeitar certos estágios, que não são muito agradáveis, mas depois de passados, é muito possível que fiquemos mais cuidadosos, fortificados e em uma próxima experiência reagimos com maior sabedoria.

 Quando nos machucamos, para que o processo da cura ocorra é preciso drenar, limpar, descansar e finalmente e se alimentar…

Então…

cura

A dor nos faz transformar quando não nos revoltamos com ela, compreendemos que senti-la é praticamente obrigatória e muitas vezes não há como fugir. Optamos por reagir com todas as nossas forças sem mágoas ou culpas. Sofrer quando sentimos dor é opcional. É trabalhoso mas opcional.

Mas calma, como o velho dito: um passo de cada vez…esse é o meu lema!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s