Perdoar é libertar o outro e a si mesmo

A mágoa pode ser tão tóxica ao ser humano quanto as drogas, afetando o corpo e a mente. É comum passarmos por alguma dor física pelo efeito de um ressentimento, podendo ser ela uma dor de cabeça, uma gastrite ou até mesmo um infarto ou um câncer. Naturalmente, nós podemos ter pré-disposição para desenvolver alguma dessas doenças, mas a mágoa pode ser “o gatilho”. E ainda, outros resultados podem ocorrer como a insônia, a falta de apetite e a taquicardia, ou seja, perdemos a paz após a mágoa ter sido instalada.corra da mágoa

Você já ouviu o termo mágoa de 70 anos é a mesma mágoa de 70 dias?  Com o passar do tempo, podemos nos esquecer o que nos causou a mágoa, porém ao lembrar do fato, o sentimento vem à tona, do mesmo jeitinho. Ou seja, ela só irá embora se exercitarmos o perdão.

O primeiro passo para o perdão é reconhecer que se sente magoado. Em seguida exercitar a compreensão sobre a atitude do outro, o porquê ele agiu desta forma, se colocando no lugar desta pessoa, ou seja, criar empatia. E então, decidir perdoar, decidir se libertar e dar o passo para se permitir viver outros sentimentos.

E o mais importante, entenda que você é humano. A compreensão do poder do perdão nos faz perceber que da mesma forma que nos magoamos, também podemos ferir outras pessoas.

Nem tenho medo de fazer a repetição: um passo de cada vez!

Sobre perdão…..Adoro essa história:

mandela e bill clinton

(fonte: revista bons fluidos, ed 188, novembro2014) super recomendo! 😉

Até logo…..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s